sexta-feira, 29 de abril de 2011

Turismetro


Num sábado, meu marido e eu resolvemos fazer um passeio diferente por São Paulo; fomos até a estação Sé do Metrô, localizamos o quiosque do Turismetrô, escolhemos um dos roteiros de passeio oferecidos, nos identificamos e nos juntamos ao grupo que aguardava a guia que nos levaria a essa aventura.
Nosso roteiro consistia em caminhar pelo centro velho de São Paulo, com explicações em cada parada, dentre elas algumas igrejas, Teatro Municipal, praças e a faculdade de direito do Largo São Francisco.
Parecia interessante, e era. Ficamos sabendo de curiosidades como o motivo de a estátua do maestro Carlos Gomes, tão imponente na Praça Ramos de Azevedo, ter sido construída de costas para o Teatro Municipal, ou o fato de a Igreja de São Gonçalo, na Praça João Mendes, ter missas rezadas em japonês, exclusivamente para a colônia amiga que se localiza no bairro da Liberdade etc...
Mas, ao chegarmos na Faculdade de Direito do Largo São Francisco é que o roteiro, que parecia interessante, se tornou surpreendente. A guia nos explicava a origem da Faculdade, quando o grupo foi abordado por um rapaz trajando uma roupa saída dos anos 40 que começou a discorrer sobre os antigos alunos daquela universidade e os movimentos ali acontecidos.
Sua eloquência era grande, mas sua esquisitice era maior; parecia um daqueles malucos que circulam pelo centro da cidade, que chamam nossa atenção quando passamos. Mas, esse rapaz não nos chamava a atenção, ele nos prendia a atenção.
Sua intervenção durou cerca de dez minutos e emocionou a todos. Encerrada sua participação, nosso personagem se misturou aos transeuntes que por ali passavam e desapareceu.
Entre surpresos e emocionados, ficamos sabendo, pela nossa guia, que essa participação fora programada pelos organizadores do passeio e o rapaz era um ator contratado para esse desempenho.
São Paulo nos surpreende em suas pequenas coisas, até nós, os paulistanos, quando resolvemos fazer um simples passeio a pé pelo centro da cidade...
Por Márcia Calixto

12 comentários:

Soninha disse...

Olá, Márcia!

Que bacana este passeio! Adoro estas iniciativas culturais e andar por Sampa, numa siuação como esta, fazendo turismo, é sempre mais agradável,com certeza.

Deixo aqui meu forte abraço pelapassagem de seu aniversário. Que Jesus a abençoe com muita saúde e prosperidade!
Parabéns!
Muita paz! Beijossssss
QUEREMOS BOLOOOOOOOOOOO

Arthur Miranda disse...

Belo relato e ótima experiência, Um dia, li uma entrevista na Revista Família Crista, do famoso e grande ator Paulo Autran, que como é sabido era agnóstico de carteirinha, onde ele dizia que foi a uma missa de sétimo dia de um amigo, e na hora da consagração imaginou ser o celebrante no lugar do Padre, pois achou o padre muito fraco para encenar algo tão grandioso como a consagração da hóstia naquele altar de fé.

Ele disse que se fosse ele o celebrante e acreditasse como aquele Padre que o Cristo estava presente naquela hóstia depois de consagrada, Ele a apresentaria de forma tão convincente que ele faria ate um descrente como ele sair da igreja acreditando na presença de Jesus naquela hóstia.

Em outras palavras ele disse que o Padre acreditava em tudo aquilo, mas era tão mau ator que não convencia ninguém daquilo que realizava.

No seu caso foi bem ao contrario, o ator talvez não acreditasse muito naquilo que falava, mas como era um bom ator convenceu vocês e a todos os presentes.

E viva o talento, a arte, você por nos contar esse passeio e o Blog Memórias de Sampa que nos oferece diariamente essa gostosa oportunidade de comunicação.

Wilsonnatale disse...

Márcia: O TURISMETRO é um tesouro para quem ama e quer conhecer a História da Cidade.
Vale cada trajeto que eles nos propõe!
E vale também conhecer cada uma das estações do Metro, onde temos eventos, exposições e as obras de arte que integram a arquitetura da cada estação.
E São Paulo nos maravilha sempre, pois até no velho, no antigo a gente descobre coisas novas e importantes desse cidade.
"Turistar" em Sampa é o que mais faço hà anos e sempre descubro algo novo, mesmo que esse novo seja tão velho quanto a cidade.
Muito bom texto e tema. Quem ler, com certeza, vai querer participar e conhecer um pouco mais dessa cidade cheia de tesouros históricos.
Abração,
Natale

Zeca disse...

.

M Á R C I A !!!

F E L I Z A N I V E R S Á R I O !!!

O mais interessante desta bela crônica foi constatar que você é a aniversariante, mas fomos nós os presenteados!
Parabéns pelo texto!

Com meus votos de muita saúde, paz e alegrias. E sempre com novos presentes.

Abraço.

suely aparecida schraner disse...

Parabéns pela dica e pelo aniversário.
Muitas felicidades com bastante criatividade. Abraços.

Miguel S. G. Chammas disse...

Marcia, o passeio, onde eu fui de carona, foi ótimo.
Melhor, ainda, é poder lhe dar milhões de votos de felicidades e rezar para queo Papai do Ceu ilumine, cada vez mais, os teus caminhos.

Luiz Saidenberg disse...

Feliz aniversário, Márcia, e que belo passeio.Quando são feitos assim, esses passeios pelo Centro são muito bons e interessantes. Beleza!

Wilsonnatale disse...

Márcia: Não esqueci o de cumprimentá-la pelo seu aniversário. Postei o comentário em em separado ia dar-lhe os parabéns quando o 3G saou do ar. Fiquei sem conecção até agora -23,44Hs.
Muita paz, felicidade e alegrias neste seu aniversário e por todos os dias da sua vida!
Um forte abraço,
Natale

Arthur Miranda disse...

Ao contrario do Natale, eu fiquei tão concentrado no texto que esqueci de comprimentá-la. Então aqui vai meus parabéns por seu aniversário e que você dure, dure, dure até se acabar, e possa ter assim a oportunidade de ver e assistir meu time ser campeão da Libertadores.
F E L I C I D A D E S
A P E R D E R D E V I S T A

LAERTE CARMELLO disse...

MÁRCIA: ASSOCIO-ME A TODOS QUE LHE DESEJAM UM FELIZ ANIVERSÁRIO!
E FICO MUITO COMOVIDO AO LER SUA CRÔNICA DISCORRENDO SOBRE O TURISMO
QUE FEZ AOS LOCAIS MARCANTES DO CENTRO DA CIDADE - CUJA MEMÓRIA ESTÁ ASSOCIADA AOS NOSSOS TEMPOS DE ADOLESCÊNCIA E ADULTOS.
GRANDE PARTE DA SOCIEDADE ATUAL SÓ FAZ TURISMO NOS SHOPPINGS E OUTROS TEMPLOS DO CONSUMO, POIS O QUE DOMINA MESMO SÃO OS VALORES MATERIALISTAS, OS QUAIS ABOMINAM
A CULTURA ANTIGA E SÓ VALORIZAM
O DINHEIRO E BENS MATERIAIS.
CONTINUE NOS TRAZENDO MATÉRIAS COMO ESTA QUE ALIMENTAM NOSSO EGO E REFORÇAM NOSSA AMIZADE. VALEU!

modesto disse...

Márcia, o Google ataca de novo

Modesto disse...

Feliz aniversário, Marcia. Que, a partir desta data vc. inicia o passeio mais longo da sua vida, que irá durar, no mínimo, 100 anos. Se vc quizer mais, me avize antes de chegar a última estação.
Co relação ao comentário do Arthur, o Paulo Autran, agnóstico, ao definir o padre como péssimo ator, ele só confirmou que havia muita fé nas mensagens do padre pois, ele era padre e não ator. Pra isso se convidaria o próprio Paulo, representaria com impecável profissionalismo mas, com mensagens vazias.
Parabéns, Márcia.
Modesto