sábado, 26 de março de 2011

Sou antiquíssima





Amigos, sou ANTIQUISSIMA; agora me dei conta.
Sabem por que? Assistindo a um PPS sobre produtos antigos que recebi de nosso querido amigo, Mário Gonzalez, constatei que usei todos os produtos, anunciados ali, tive aparelhos de som e TV iguais, fumei os cigarros Continental, Columbia, Hollywood, Lincoln (todos sem filtro) e depois o Minister ( o primeiro com filtro) e voei no SuperHConstellation, da Real Aerovias Brasil, nos anos 58/59...

Ai, meu Deus! Como o mundo era bom, ao som das orquestras de Glenn Muller, Tommy Dorsey; assistir aos filmes com Liz Taylor, Alex Smith, Paulette Godard, Suzan Hayward, em “Esquina do pecado”, Lana Turner em Madame X... Allan Lade, John Waynne, Tony Curtis, Spencer Tracy, Tyrone Power, Doris Day, Dorothy Lamour Errol Flynn e tantos outros maravilhosos atores e atrizes, na era de ouro dos filmes de Hollywood.

E agora, graças a Deus como o "alemão" (Alzheimer) não me pegou, me lembro de tudo com muita saudades de um tempo feliz que não volta mais.


Ia me esquecendo, só não fui ao féretro de Carlos Gardel... Em 1935 eu não era nascida, o que veio acontecer em 1940, na Rua Borges de Figueiredo, no maravilhoso e amado bairro da Mooca.

Beijos de carinho

Por Mary Angélica Xavier Fraga Lopes

9 comentários:

Miguel S. G. Chammas disse...

É isso aí Mary. Nós não somos antiquíssimos, somos apenas um pouco mais usados. rsrsrsr
Bem vinda ao nosso grupo.

Soninha disse...

Olá, Mary!

Seja bem vinda entre nós!
Que alegria tê-la aqui conosco. Espero que tenhamos muitos textos seus, aqui em nosso espaço, que é cheio de aigos e que fica cada vez mais bonito quando chega mais um.
O PPS em questão vou encaminhar aos nossos amados autores do blog e demais amigos.
Mas, as recordaçõessão importantes...Fazem parte de nossa história, de nosso passado e ajudam a escrevermos um pouco da história humana.
Alguns produos desteseu até consumi também...rss...ai,meu Deus!
Senti saudade da grapete,do guaraná caçulinha da Antártica, que levaram-me de voltaà minha infância querida e distante.
Adorei!
Obrigada, Mary!
Muita paz! Beijossssssssss

Zeca disse...

Olá, Mary!

Bem vinda ao nosso grupo!

Aliás, pelo que sei, a maioria de nós também consumiu todos os produtos e se lembra de todos os astros e estrelas comentados por você. Temos muita sorte em termos, entre nossos tesouros da memória, marcos indiscutíveis da nossa época!

Abraço.

Arthur Miranda disse...

Mary, seja bem vinda entre nós e tenho certeza que a maioria de nós se lembra com saudades dos filmes, artistas, produtos e marcas citados em seu texto.Só nunca voei no Super Constellation da Real Aerovias, só cheguei a voar no Constellation, maravilhoso da Panair do Brasil, quando ainda havia espaço entre as poltronas para os passageiros e as mesmas ofereciam maior e melhor conforto. Parabéns pela narrativa

suely schraner disse...

Bem-vinda, Mary. Valeu a recordação. O presente é feito das memórias do passado. Parabéns!

Luiz Saidenberg disse...

Isso aí. Estamos só meio polidos, pelo (bom) excesso de uso. Mas, em plena forma! Que legal, vc ter enviado esta sobre anúcios dantanho, logo depois que escrevi sobre a bela exposição de Annuncios em Bonds, que fica até dia 10 de Abril no Tomie Ohtake. Benvinda e um abraço.

Wilsonnatale disse...

Bem vinda ao grupo Mary!
Não somos antigos. Somos consumidores de carreira, mais experientes (risos).
Lembranças ótimas de um tempo mais ameno, quandos os produtos tinham tempo de se tormarem tradicionais. E vivíamos ao som das grandes orquestras.
O Constelation então era o máximo!
Você só não nos contou, morando na Borges, quantos quilinhos você ganhou comendo aqueles docinhos e salgados da DICUNTO (risos)...
Brincadeiras à parte é muito bom ter você por aqui. Escreva mais textos!
Abração,
Natale (também da Mooca).

Modesto Laruccia disse...

WELCOME, MI DARLING MARY. Como representante do Braz (não tá errado, não, é com "Z", memo), eu quero ser um pouco diferente, por isso recepssiono-te no idioma do Braz. Não acredita? depois do Barês, italiano, espanhol, libanês, japonês, o inglês é o idioma mais falado no Braz. Pelo menos há 42 anos, quando saí de lá era assim. Agora, o "forhall" impera.
Deixando de lado a brincadeira, vc tem memória não boa... é ótima. Parabéns e boas vindas ao nosso meio.
Laruccia

Leonello Tesser (Nelinho) disse...

Mary Angélica, seja benvinda ao nosso grupo, sua crônica foi espetacular pois me levou a viajar num tempo muito feliz, continue escrevendo, abraços, Leonello Tesser (Nelinho).