quinta-feira, 10 de março de 2011

Dia 08 de Março - foi o Dia da mulher


Dia oito de Março foi o dia de todas as mulheres.

Da mulher solteira, da que esta casada.

Da mulher viúva, da separada,
Da que é filha, da que já é mãe
Da que é sogra, da que é tia.
Da que ainda é apenas neta.
Da nossa mãe, das nossas tias
Das professoras abençoadas,
Principalmente as mal tratadas.

Da mulher católica, que vai a missa
Também aquela que tem preguiça
Da evangélica, da muçulmana,
Metidas em burcas vivem seus dramas.
Da mulher idosa já distraída,
E sem memória vive esquecida.
Da mulher sem teto que vive na rua
Vestindo trapos e seminua.

Da que tem tudo e vive feliz
Da que nada tem e é infeliz.

Da que é doutora. Da analfabeta.
Da mulher rica, da mulher pobre
Da que é santa e da pecadora.
Daquela que ama, beija e abraça
Aquele marido cheirando cachaça.
Dia oito de março foi o dia de todas
as mulheres mundo.
Até mesmo daquelas que jamais ficaram sabendo disso.


Por Arthur Miranda (tutu)

8 comentários:

Zeca disse...

Olá, Arthur!

Belo poema em homenagem a todas as mulheres do mundo!
E a publicação dele hoje mostra que sempre é tempo de se fazer uma homenagem, mesmo que a data estipulada já tenha passado. Afinal, no caso das mulheres, para mim, o dia delas foi 08 de março, foi ontem, é hoje, será amanhã e todos os dias de cada ano!

PARABÉNS A TODAS AS MULHERES!

Abraço.

Modesto disse...

Linda homenagem a mulher, no seu dia univresal. A mulher, que atualmente está alcançando sua emancipação completa, libertando-se de tendências geradoras, (que não é nenhum demérito) para participar do desenvolvimento humano do qual sempre foi o fator principal mas sempre esbarrando na soberba masculinidade das principais atividades.
Parabéns, Arthur, seus versos estão impecáveis.
Modesto

suely schraner disse...

O dia de cada mulher/É também de muita ação/Saber tudo dos direitos/
Requer muita educação/Gera, cria e forma o homem/Com toda preocupação.
Obrigada e salve sua inspiração.Abs.

Wilsonnatale disse...

Artur: Parabéns pelos versos e homenagem feita à essas mulheres maravilhosas.
Aproveito e deixo a minha homenagem à todas as mulheres da minha vida.
O mundo seria vazio sem elas.
Abração,
Natale

Soninha disse...

Olá, Arthur!

Que lindo poema! Adorei!
Em nome de todas as autoras este espaço e em nome de todas as mulheres mães, esposas, filhas, netas, cunhadas,noras, sogras, sobrinhas, afilhadas...todas enfim...
Muito obrigada.
Valeu!
Muita paz!

Luiz Saidenberg disse...

Muito inspirado, caro Tutu. Todas as mulheres do mundo merecem !
Abraços.

Miguel S. G. Chammas disse...

Viva a Mulher!
Dizer mais o que?

Leonello Tesser (Nelinho) disse...

Tutu, bela e merecida homenagem a todas as mulheres, isso me lembra um samba do Chico Alves que na parte declamada alguém perguntava:
"Ó Chico, que fim levou àquela mulher...e o Chico cantando dizia:
"Ela vive hoje em dia tão descrente
Os seus olhos já não brilham como antes
Sua vida transformou-se de repente,
Enfim, tudo nela é diferente"
Parabéns pelo texto, Nelinho.