sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Então eu sonhei com o Blog

Ontem, por incrível que pareça,
Eu tive um sonho maluco,
Que eu vou torcer como louco
Pra que jamais aconteça.

Sonhei com esse nosso Blog
E com todo nosso pessoal.
Porém, notei que no sonho
Não havia nada normal.

Sonhei ,se não me engano,
Vejam se não é dramático,
Que o Nelinho, o Miguel e o Lopomo
Eram corintianos fanáticos;
E quando perdiam as estribeiras,
Metiam o pau no Palmeiras.

Sonhei que o Bixiga
Era no bairro do Brás
E dali, se tinha uma Bela Vista
Até de Minas Gerais.


Nesse meu sonho, no entanto,
O grito de Independência
Não foi dado por Dom Pedro
E nem foi no Ipiranga.
Quem gritou, no meu sonho,
Foi a Marquesa de Santos.

A Brigadeiro Luiz Antônio
Tinha seu nome trocado.
Esse nome, no meu sonho,
Era Brigantonio Luiz Andeiro

E, até agora, depois de acordado,
Eu não sei quem foi o culpado.
Sonhei que na Rua José Bonificio,
Soltavam fogos de Artefácio


Também sonhei coisas lindas
Sonhei com a beleza do Blog
Com suas histórias bonitas,
Contadas com muito jeito
Postadas depois com carinho
Pela Sonia com muito talento
Acordei meio tonto;
Escrevi esse poema
Sentindo-me na Freguesia,
Mesmo estando em Lorena.


Por Arthur Miranda (tutu)

12 comentários:

Luiz Saidenberg disse...

Belo poema, Tutu! Um verdadeiro Samba do Crioulo Doido!
Faltou vc sonhar que em vez de pizza ou massa, a patota ia comer sushi no japonês! Abraços.

Miguel S. G. Chammas disse...

Tutu, vc afirma que no teu sonho eu metia o pau no Palmeiras?
Então, não foi sonho, foi um grande pesadelo.
Ainda bem que vc acordou......

Zeca disse...

Que coisa, Tutu!

Nesse seu imenso pesadelo
só faltou sonhar que São Paulo
ficava no Rio de Janeiro!

Meus parabéns pela inspiração!
E pelo gostoso sorriso
que me arrancou do rosto,
logo cedo, ao acordar.

Como vê, caro amigo
Estou longe de ser um poeta
Só escrevo estas mal traçadas linhas
Em homenagem ao nobre colega!

Grande abraço.

Soninha disse...

Olá, Arthur!

Nossaaaaaa....chego aqui e me deparo com ilustres poetas, heim?!
Na postagem e nos comentários...rss
Quem dera eu pudesse escrever frases rimadas e bem colocadas, ainda tendo esta inspiração maravilhosa que você teve, seguido pelo Zeca, né!
Mas, Tutu, ainda bem que foi sonho...Miguel torcendo pelo timão? Vixe...nem em sonho...kkkkkkk
Adorei, Arthur...
Sou-lhe grata pelo seu imenso carinho pr este nosso espaço de recordações.
Adoreeeeeeeeeeiiiii!!!
Parabéns!
Obrigada.
Muita paz!

Arthur Miranda disse...

Quero agradecer a todos
pelos belos comentários
aqui nesse Blog postados.

E um aviso aos companheiros
Saidenberg, Zeca, Nelson e Modesto.
com os quais eu não sonhei.
Que não foi esquecimento.
É que no meio do sonho.
Eu de repente, acordei.

Sonhar com as mulheres do Blog
é um assunto proibido.
A Denise é ciumenta.
Se eu sonhar estou... Perdido

E se um dia eu sonhar,
Como sei que com ela
eu não tenho desconto
Vou ficar muito feliz,
mas juro por Deus, nada conto.

wilnat disse...

Miranda,
É nisso que dá comer demais, beber demais... Ahahahahaaaaaaa!
Gostei muito dessa poética mariodeandradeana.
Se amamos São Paulo,vivemos SãoPaulo, sonhamos São Paulo... Por que não sonhá-lo desvairadamente?
Bom demais!
Abração,
Natale.

MLopomo disse...

Olha dizer que três palestrinos sonharam que eram corintianos é, dar razão ao Saidemberg, um verdadeiro sonho do crioulo doido. Agora esse, negocio, de que você não sonhou com as mulheres do blog porque a Denise é ciumenta, isso é cascata. Vai me dizer que nunca sonhou com alguma delas? Era só dizer que no sonho ela era horrorosa, mas entre nos dizer que tal afirmativa foi em antônimo, quem sabe a Denise nem viesse a perceber.

Nelson de Assis disse...

Tivesse voce permanecido
neste teu sonho, todavia,
teria me visto
no sertão da Bahia.

Deste agreste de seca
onde filho chora e a mãe não vê
eu escrevo minhas histórias
que não passam va tevê.

Do Bixiga para a Bahia
da Bahia para o mundo
sua trovas são memórias
que as leio num segundo

Nas 'Memórias de Sampa'
que reune nossas lendas,
histórias que nos encanta
arrisco versos como prendas
que a saudade não espanta

Soninha disse...

Olá!

Gente...estou pasma!
Quantos poetas temos entre nós, a qui no Memórias de Sampa!
Eita que o Nelson também rimou de forma bem legal.
Adorei!
Que benção este espaço!
Obrigada a todos!
Muita paz!

margarida disse...

Arthur, poesia só traz bem para quem as lê, mesmo que não sejam tão românticas como a tua, que só me fez rir....e o domingo começou bem...rsrsr.
Um abraço e meus parabéns!

Laruccia disse...

Miranda, Mirandinha, com rima ou sem ela, vc consegue nos fazer sonhar, divertir e levar com mais segurança a idade das desiluzões que é a que estamos atravessando. De forma moderna, seus versos revigoram a mais combalida das almas. Parabens, Tutu.

Laruccia disse...

Miranda, Mirandinha, com rima ou sem ela, vc consegue nos fazer sonhar, divertir e levar com mais segurança a idade das desiluzões que é a que estamos atravessando. De forma moderna, seus versos revigoram a mais combalida das almas. Parabens, Tutu.