domingo, 29 de maio de 2011

Saúde no ambiente da Guarapiranga


Tonico ! Ele chamou. O cachorrinho nem se moveu. Encantado, permaneceu sentado com as patas dianteiras cruzadas, diante daquela fileira de gente. Atrás das gentes, o mendigo e mais outro cão. Este é o Tinoco, são gêmeos. Não vou dar a mão pra vocês porque dentro do meu coração estou junto de todos, discursou.
Domingo ensolarado de total (bio)diversidade. Céu azul num cenário feérico.

Filhos cidadãos desta São Paulo, sensibilizados sobre a situação dos mananciais. Perfilados diante da Represa de Guarapiranga, às margens da Avenida Robert Kennedy, crianças, jovens e velhos. Um ato de amor natureza. Um protesto pela situação de degradação dos mananciais.

Multidão ‘total flex’. Alegria em participar. Tristeza em constatar.
Nascemos com 80% de água no corpo. Com 5 anos temos 70%. Depois dos 60 anos, temos 58%. Sem água, secamos e morremos como as folhas do outono.

Nosso planeta é coberto de 75% de água. Consta que só 1% é de beber.
Nesta imensa caixa d’água, que abastece mais de 4 milhões de habitantes, o céu espelhado na água, resplandece nas macrófitas (aguapés). Plantas estas que se alimentam de poluição e cobrem boa parte desta represa. O custo do tratamento da água que bebemos é altíssimo.

Do lado de lá, a avenida com seus carros velozes e acidentes atrozes. O asfalto seco e árvores que teimam em resistir ao monóxido de carbono. Pulmões catalisadores? Tonico e Tinoco não são militantes. Intuem que sem água ninguém vive.
Não jogar lixo nas ruas, não aceitar que o esgoto deságue na represa.
Por uma metrópole mais arejada. Por um caminhar, pedalar, e respirar melhor.
É o Abraço da Guarapiranga 2010.

Por: Suely Aparecida Schraner, que é ouvinte-internauta do CBN SP e do Conselho Gestor da UBS Veleiros/Sociedade Civil

PS: Hoje (29/05/2011) acontece a 6ª edição do abraço Guarapiranga 2011

5 comentários:

Luiz Saidenberg disse...

Parabéns, Suely. Por pessoas idealistas e lutadoras como vc é que renasce a esperança de que esta cidade possa ser melhor, algum dia. Abraços.

Soninha disse...

Olá, Suely!

Bom seria se todos tivessem a consciência de preservar a natureza como um todo...
Pequenas ações valeriam muito para recuperarmos nossos rios, represas,mares e todo o ecosistema, nãoé mesmo?!
Mas,vale a intenção destes movimentos,para chamar a atenção sobre os graves problemas que atingem o planeta.
Ainda há tempo e...nós podemos!
Obrigada.
Muita paz!

Miguel S. G. Chammas disse...

Suely, a distancia em que me encontro não me permite estar junto e abraçar a velha Guarapiranga que me deu muitos prazeres outrora.
Por favor, represente-me nesse aperto de braços e carinho.

Wilsonnatale disse...

Suely: Esse abraço forte, apertado,cheio de amor, carinho e respeito deveria ser dado todos os dias por todos nós.
Ainda acredito que além de leis duras e objetivas, além de educar o povo, a urgência maior está em educar os políticos.
Somos uma cidade imensa e sedenta que - por incrível que pareça - acredita que a água é eterna.
Abração,
Natale

Laruccia disse...

Num momento em que todos, numa desenfreada "corrida atraz do ouro", vc, Suely, simpática em suas preocupações hidráulicas, sabe muito bem que a propalada ideia de riquesa fácil, são extertores de uma febre louca atraz do ouro...,dos tolos. Parabéns, Schraner.
Laruccia