quarta-feira, 18 de maio de 2011

Os piqueniques de minha família


Outro dia eu estava pensando e cheguei à conclusão que minha família era chegada num piquenique. Os primeiros que eu tenho lembrança foram os no bairro do Pacaembu, que já relatei em uma outra história. Depois, vieram os da Represa Guarapiranga na Pascoela (um dia depois da Páscoa, família italiana sabe como é, né?...); depois, veio um que jamais esqueceremos: foi na Praia das Vacas, que fica no fim de um caminho que se abre depois da Ponte Pênsil, em São Vicente.

Tinha o meu tio Aldo, que era muito chegado nessas coisas e era quem providenciava tudo e porque também era o mais abastado da família. Então, ele alugou alguns daqueles táxis grandes, que faziam ponto em frente ao cine Santa Helena, na Praça da Sé, para levar o pessoal (porque, naquele tempo, ninguém tinha carro, só o meu tio), e foi um caminhão, da loja do meu pai, levando as tralhas. Era o feriado que agora já não tem mais, de 8 de Dezembro.

A praia era totalmente deserta... Então, as mulheres e crianças dormiam na carroceria do caminhão e os homens esticavam uma lona a partir da carroceria e dormiam em colchões (sim, colchões), no chão de areia. As necessidades eram todas feitas no mato. A comida era feita numa espiriteira, muito macarrão, que era mais fácil de cozinhar. As mulheres lavavam a louça na bica e os banhos também eram tomados lá.

Foram três dias maravilhosos para mim e meus primos que éramos crianças. Acredito que para os adultos, principalmente as mulheres, não tenha sido muito bom. Alguém filmou este momento e assistimos muitas vezes ao vídeo. Tempos bons em que às famílias se divertiam juntas. Que saudade!

Por Lourdes Cecilia Bove Ciavata

8 comentários:

Miguel S. G. Chammas disse...

Pois é Lourdes, hoje em dia a moçada nem sabe o que é Pic-Nic, só querem saber de festas HAVE onde o barulho ensurdecedor disputa a preferência com drogas de todos os tipos e valores.
Sabe de uma coisa? Cada vez mais acredito que eramos felizes e nem sabiamos.

Laruccia disse...

O lugar mencionado, Praia das Vacas, conheci quando foi pescar ostras com meu compadre, Hiroo e que quase perdi meu filho, Mauricio. Ele entrou nos meios das pedras pra pegar mais mexilhões e afundou, de repente. Graças a Deus, voltou e nem eu e nem meu compadre haviamos percebido. Pic-nic é sempre gostoso, ainda dá pra fazer um, bem distante. Parabéns, Lourdes.
Laruccia

Wilsonnatale disse...

LOURDES: Êta coisa boa de se lembrar! Mesmo com a "grana" curta, os adultos eram pródigos em se aventurar e criar a a aventura para as crianças. E tudo no improviso, o que era muito bom!
Mais que bom! Minha família nos a "pic-nicar" em Santos, na José menino ou no Gonzaga; e, também na festa do pêssego, em itaquera e na Represa. "Pic-nicávamos" no interior: Em Valinhos na festa do figo; em Jundiaí, na festa da Uva. Também em São Roque, na festa da uva e do vinho... Será que alguém ainda se lembra dos Vinhos Astronauta?...
Tudo passa, mas fica o gostinho de se ter vivido o que passou. Ah! os Pic-nics, os convescotes...
Abração,
Natale

Wilsonnatale disse...

Desculpem os erritos!
A frase é: Minha família nos levava a "Pic-nicar".
Além de mão grande, de trocar letras, o óulos de leitura está fraco.(Esqueci o mais forte em Campinas.)
Abração.
Natale

Arthur Miranda- Tutu disse...

Lourdes, que bom que eram os Pic-Nic principalmente em Santos,São Vicente, Praia Grande e Itanhaem, e sem esse congestionamento atual que me afastou do nosso litoral a muito tempo. Acho até que pelo jeito, essa antiga Praia da Vacas atualmente só de Bode, pois deve estar cheia de espirito de Porco. Parabéns pelo texto cheio de saldosas lembranças.

Arthur Miranda- tutu disse...

digo saudosas lembranças, saiu sal-dosa por culpa da agua do mar. kkkk
Que tracadalio horroroso.
Perdão amigos.

suely aparecida schraner disse...

Delicadas lembranças merecem aplausos. Valeu, Lourdes!Abraços.

Soninha disse...

Olá,Lourdes!

Nossa! Eu adorava fazer piqueniques... Quando ciranças,até inventávamos a brincadeira...íamos fazerpiqueniqueno campinho,perto decasa, ou no jardimdabiblioteca da Vila Prudente.
Mas, vibrávamos quando papai nos levava para estes grandes piqueniques em Santos ou na Praia Grande. Aluava Kombis ou mesmo ônibus e ia a família toda...muito frango com farofa,maionese, frutas,refrigerante...kkkkkk Era bem legal.
Boas lembranças, heim Lourdes!
Valeu!
Obrigada.
Muita paz!