terça-feira, 17 de maio de 2011

Coisas que gosto de fazer em SãoPaulo -parte IV


Depois de falar sobre o Mercadão e sobre os meus bares e restaurantes prediletos, preciso falar sobre arte e cultura, afinal, nenhuma outra cidade deste país reúne tantos lugares onde se pode apreciar e vivenciar praticamente todas as manifestações culturais quanto nossa amada cidade.
Embora praticamente tenham desaparecido os cinemas “de rua” na cidade, com suas salas enormes e luxuosamente decoradas, ainda podemos contar com a enorme rede de cinemas dos shopping centers, onde podemos assistir a praticamente todos os melhores filmes lançados recentemente. Antigamente os filmes eram lançados no exterior e só depois de alguns anos chegavam ao Brasil, mas, agora, os lançamentos são quase que simultâneos. Assim, para os que gostam de cinema, é possível manter-se em dia com o que há de mais novo em se tratando da sétima arte.
Em termos de teatros, não ouso dizer que tenhamos uma extensa rede de casas apropriadas, mas posso afirmar que temos muitas, entre as melhores existentes no país ou mesmo em toda a América Latina. Existem outras cidades no mundo, excluindo, claro, Nova Iorque, Londres, Paris e algumas outras consideradas “grandes”, que têm muito mais casas teatrais do que São Paulo, mas, no Brasil, apenas a cidade do Rio de Janeiro rivaliza com nossa capital nesse quesito. E em São Paulo, cada vez mais, podemos escolher sem receio de errar, as melhores peças em cartaz, inclusive alguns dos grandes musicais que fazem enorme sucesso em Nova Iorque e em Londres, com produções elogiadíssimas, até mesmo pelos produtores estrangeiros.
Além dos teatros, existem muitos espaços culturais, menores e mais intimistas, oferecendo uma vasta lista de shows, apresentações e outras manifestações teatrais, para todos os gostos. Nos últimos anos está crescendo, no país, a apresentação de comediantes com seus espetáculos solo. E, claro, a grande maioria deles se apresenta em São Paulo.
Música erudita ainda não é muito difundida no país e, do jeito que a música de um modo geral tem sido tratada nos últimos tempos, não sei se um dia ainda cairá no gosto do público. Existem os heróis que batalham incansavelmente nesse sentido, mas com poucos resultados. Mas, ainda existem pessoas que, como eu, sabem apreciar um bom concerto, balé ou ópera. Embora tenhamos no país alguns teatros capazes de apresentações impecáveis de grandes orquestras ou companhias de dança e de ópera, a maioria das exibições acaba acontecendo mesmo no Rio e em São Paulo.
Em São Paulo, na antiga estação Júlio Prestes, a Sala São Paulo tem uma das melhores acústicas da América Latina e assistir a um concerto lá nos aproxima do paraíso. Já assistir um concerto, um balé ou uma ópera no Teatro Municipal, pode fazer com que nos sintamos no Ópera de Paris.
Gosto também de fazer um passeio cultural pela Avenida Tiradentes, que tem o Museu de Arte Sacra e a Pinacoteca. O primeiro, com seu acervo magnífico, nos enchem os olhos e o coração e o segundo, com suas exposições temporárias e o acervo riquíssimo, sempre nos acrescenta, além do prazer e do conhecimento, o orgulho de os termos em nossa cidade.
Aproveitando a oportunidade, se der tempo, não deixar de conhecer o Centro Cultural do Liceu de Artes e Ofícios, na Rua da Cantareira. Pertinho do Metrô Tiradentes. Se não der tempo, programar uma visita em outro dia, pois vale a pena, tanto pelo prédio, fundado em 1873, quanto pelas exposições.
Ainda falando em museus, não posso deixar de mencionar o Museu do Ipiranga, com seu rico acervo e com seus jardins, que nos transportam para o Jardim de Luxemburgo, em Paris. Bem mais moderno, mas considerado o melhor da América Latina, é imperdível uma visita ao Masp, na Avenida Paulista, com suas exposições e seu acervo digno dos melhores museus do mundo.
Ainda no circuito dos museus, sempre vale a pena fazer um gostoso passeio pelo belíssimo Parque do Ibirapuera e aproveitar para conferir as obras de arte do MAM - Museu de Arte Moderna. Aproveitando o pique, dar uma conferida também nas obras do MAC - Museu de Arte Contemporânea, que fica dentro da USP. E não deixar de dar uma passadinha no Museu Lasar Segall, sediado na própria casa onde viveu o artista até 1932, ano de sua morte. Ele fica na Rua Berta, onde estão algumas das primeiras construções modernistas do país.

Por Zeca Paes Guedes

6 comentários:

Miguel S. G. Chammas disse...

Zeca seu texto é um excelente roteiro artística e cultural que recomendo a todos que possam fazê-lo.
Quero lembrar que temos nogrupo um excelente comediante que se dá aoluxo de dizer-se aposentado, mas que faria maravilhosos espetáculos solo se assim o desejasse, como fezem uma de nossas rodadas em antigon reduto tangueiro.
\aiás, creio que chegu a hora de pdi bis ao espetáculo.

Luiz Saidenberg disse...

Caro Zeca, n aàrea cultural São Paulo realmente é riquíssima, tanto em casas de espetáculos, como em museus, galerias e exposições. Todo fim de semana, seguindo o Guia da Folha, fazemos nosso programinha: vamos ver esse filme, ver tal exposição. Afinal, é preciso aproveitar o que a cidade tem de bom. E isto é o que ela tem de melhor, vista que os restaurantes estão pela hora da morte, os preços comparados aos de Paris, que são dos mais caros do mundo, perdendo talvez para o Japão. Mas estamos chegando lá, então por sorte existem ainda bares e cafés com bom custo/ benefício, como o Tiro Liro, na Pompeia, onde estivemos recentemente. Belo texto, como sempre, e bem elucidativo.
Abraços.

Laruccia disse...

Todo o panorama artístico de São Paulo foi exposto nessa narrativa bem condensada, sem cansar sua leitura, prazeirosa é, também uma louvável arte a ser apreciada. Com relação aos cinemas, Zeca, vou aproveiter sua escrita pra um pormenor que, sem esperar algum efeito, é apenas uma queixa: será que os italianos desaprenderam de fazer cinema? já me falaram que o que "pesa" muito são as distribuidoras. Filmes europeos, as vezes aparecem um ou dois franceses, alguns espanhois mas italianos, quando vem alguma coisa que mereça ser assistida é só em salas de cinemas de centros culturais. As grandes comédias com Totó, De Cica, família De Filipo, Aldo Fabrizzi e por aí a fora.
Parabéns pelo seu passeio encantador, Zeca.
Laruccia

suely aparecida schraner disse...

Zeca,
Mais um bom roteiro.
Boa gastronomia, ótimas bibliotecas, teatro pra todo gosto, filmes e muito mais. São Paulo é um berço cultural. E o melhor são suas pessoas. Parabéns!

Wilsonnatale disse...

ZECA: Ótimo roteiro! Gostei muito.
Eu, frequento muito os centros cullturais. Tenho progras para todas as sextas e sábados. E o "Sujinho" quebra um galhão!
Pena que a CULTURA ainda é cara neste país.
Abração,
Natale.

Soninha disse...

Olá,Zeca!

Além do roteiro gastronômico,você nos traz este maravilhoso roteiro cultural.
Que bacana!
São Paulo é, realmente,uns dos maiores berços culturais e nos enche de orgulho.
Adorei! Vou marcar estas visitações,urgente, para matar a saudade.
Valeu!
Muita paz!