segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Modesto Laruccia


Logo que o vi, me encantei. Foi o seu jeito simples e alegre que chamou a atenção.
Os cabelos bem branquinhos e ajeitados o marcavam, sua personalidade e simpatia o destacavam, além da companhia de sua fiel companheira, a Myrtes.
Sim. Falo de Modesto Laruccia.
Meu primeiro contato com ele foi lá na Pizzaria Moraes, quando acompanhei Miguel num dos encontros em torno das redondas, em 31 de Outubro de 2008.
Estiveram presentes ao encontro o Nelinho, Jurema, Laer, Margarida, Falcon, Lopomo, Flugge, José Carlos e Silvinha, Modesto, Myrtes, Miguel e eu.
Eu estava acostumada a outros grupos, outros eventos e, naquele dia, pude participar de assuntos aos quais eu não estava habituada e que, felizmente, comecei a inseri-los em minha vida... As coisas de Sampa... Suas histórias, seus casos, seus habitantes, seus mistérios, seus segredos... Tudo.
Que fascinante! As coisas de Sampa, contadas por aquelas pessoas simples e tão acostumadas a escrever sobre nossa querida cidade, a deixavam ainda mais encantadora.
Aquela noite foi memorável para mim e a apoteose da noite foi a história que Modesto nos contou, relembrando o texto que ele já havia escrito no site São Paulo Minha Cidade, “O Porcelanato”.
Rimos muito com a história e, principalmente, com o Modesto, pois o seu jeito de contar é que nos envolveu e integrou o grupo ainda mais.
A partir daquele dia, não mais deixei de participar de todos os famosos encontros das redondas com autores redondos ou não.
Hoje este evento é tradição em nosso meio e devemos agradecer a Deus por ter todos estes queridos amigos e seus familiares entre nós. Especialmente por termos o Modesto, pessoa querida e muito importante para todos nós.
Através de Miguel, que me estimulou a voltar a escrever e por este evento do dia 31/10/2008, passei a escrever sobre minha querida São Paulo, meu berço esplêndido. Eu escrevia sobre tantas coisas e Sampa estava distante de minhas crônicas. O jeito como Modesto falava sobre Sampa, além de todos os outros autores presentes, me estimularam a também escrever minhas histórias sobre nossa querida cidade.
Sou grata.
Valeu, Miguel! Obrigada.
Valeu, Modesto! Obrigada.
Valeu, autores! Obrigada.
Parabéns, Modesto, pelos seus 80 anos!
Muita paz a todos.

 
Por Sonia Astrauskas

16 comentários:

Berê disse...

Parabéns Modesto, parabéns Soninha pelo belo texto!

Falcão do Morro disse...

Sonia esta iniciativa é mais que justa para homenagear os 80 do "Mo"
Parabéns.
Falcon

Luiz Saidenberg disse...

Muito bem, Soninha.
Conheci o bom Modesto um pouco antes. Quando ele, Miguel, Vó Neusa e Lopomo fomos gravar a apresentação para o show da entrega do livrão.
Mas, a bem da verdade, já o conhecia até antes disto, por seus belos textos e os sempre gentís comentários que distribuia até ao mais humilde dos colaboradores do site. Vê-lo foi apenas a confirmação de muitas coisas que já sabia.
Viva o Modestão! E sua fiel escudeira, a boa Myrtes!

Miguel S. G. Chammas disse...

Amor,
sempre presei as amizades. Principalmente aquelas que tinham muita coisa para me engrandecer.
O Mo é uma delas. Fico feliz em tê-lo no rol dos meus amigos, e mais ainda feliz por tê-lo apresentadio a você.
Valeu!

Wilson Natale disse...

LARÙ caríssimo:
Tá vendo o que acontece?
Ninguém chega impunemente aos 80!
Tem que aguentar os elogios verdadeiros e merecidos!
Um Abraço Fortíssimo,
Natale

Wilson Natale disse...

SONINHA,
Linda Homenagem!
Abração,
Natale

Zeca disse...

.

Soninha!

Belíssima homenagem aos 80 anos do Modesto Laruccia, que sempre nos presenteia com belos textos, muito bem elaborados e com as pitadas certas de bom humor. E foi através do seu convite (e do Miguel também) que acabei conhecendo o Memórias de Sampa, do qual, hoje, me orgulho tanto de participar. E, assim, poder crescer um pouquinho mais lendo textos como os do Modesto e de todos os demais participantes. Obrigado por esse presente!

Abraço, com carinho

.

Arthur Miranda - tutu disse...

Modesto.
Viu no que dá ser gente boa, simpático, cheio de amor e ter vida longa, todo mundo te ama, e inveja chegar lá. Daqui 7 anos eu te alcanço e vou querer estar no seu lugar. Espero poder reunir seus méritos. Feliz Oitenta anos, Parabéns.

Cida disse...

Soninha, parabéns por ter escrito sobre Modesto.
Modesto, parabéns pela pessoa que é; apesar de saber muito pouco sobre sua pessoa, o que li já me proporcionou tratar-se de pessoa querida e talentosa.
Cida

Lia Beatriz Ferrero Salles Silva disse...

Parabéns, Modesto...
Todo dia é dia para sabermos um pouco mais sôbre você!
Soninha... sua idéia é ótima!

Soninha disse...

Nosso reconhecimento ao querido Modesto.
Obrigada.
Muita paz!

Laruccia disse...

Agradeço a todos do fundo do coração a iniciativa da Soninha, um amor de gentileza dessa garota especial porém, se a antecipação foi proposital, fica valendo a mesma intenção. Sem falça modéstia, meu aniversário é no dia 05\02\12, quando completo 80 anos. Tenho, ainda 79 e 11 meses. As flores ja chegaram, eu ainda não nasci, meu enchoval já está pronto, o bercinho a minha espera e meu pai, comprando charutos. Na época não se sabia antes qual seria o sexo. Já que vs vieram, (alguns de tão longe) acomodem-se, fiquem a vontade, vou mandar sevir um cafezinho com biscoitos.
Grazie e tanti a tutti.
Laruccia

Miguel S. G. Chammas disse...

Mo, começamos a homenagem um mes mais cedo para garantir que essa cabecinha já embranquecida pelo tempo não viesse a esquecer que na data do niver, nós todos QUEREMOS BOLO!!!!!!!!!!!!!

Soninha disse...

Olá, Modesto!

Você "sacou" a jogada.
A idéia é esta mesma.
Aguenteeeeeeeeee...durante todo este mês o blog terá textos sobre você, tá?!
la la la la la la la

Muita paz!

suely aparecida schraner disse...

Sonia,
você e esta sua sensibilidade tocante...Valeu a pena a leitura,. Valeu este seu entusiasmo contagiante. Bela homenagem. Muita paz e flores.

margarida disse...

Modesto, aproveite que a Festa é só sua. Um grande beijo e todo meu carinho e respeito.
Soninha você é de++++++++++!