quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Modesto, hoje é só pra você!


Modesto já era um nome em destaque no site saopaulominhacidade, quando passei a participar deste admirável grupo. Aos poucos, lendo seus textos, logo fui simpatizando-me com sua forma gostosa de escrever seus contos e sua historia de vida. Todos são fantásticos e com fundamento, mas o que mais chamou a minha atenção foi “Lua de mel...ada”. Apesar de longo a atenção não se esvai não se dispersa por ser muito divertido e, ao mesmo tempo, emocionante.
Na entrega do livro na Casa São Paulo, tive a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente e com os encontros permanentes dos autores, esta amizade foi amadurecendo lentamente. Ele estava sempre lá acompanhado da Myrtes, sua companheira de longa data.
Participar destes encontros tem sido para mim uma experiência muito boa e frutífera, além de acrescentar conhecimentos, ganhei grandes amigos e continuo a ganhar sempre que o grupo aumenta. Fui muito bem recebida e aceita por estes “Megas Veteranos” e isto, para mim, é motivo de muita honra.
Lembro muitas vezes enquanto a pizza rolava o Modesto, com toda sua empolgação, reproduzir ao vivo seus contos, isso faz com que as emoções venham à tona e o produto final é a aproximação do grupo que vai ficando cada vez mais fortalecido.
Posso acrescentar, ainda, que ele é uma pessoa alegre, gentil e que produz comentários em todos os textos do site com perfeição. Com certeza um escritor que posso me espelhar, um exemplo de pai, esposo, tio, sobrinho, sogro, enfim, um grande amigo.
Seus cabelos brancos mostram os aniversários de sua vida, os momentos de glória e de outras dores. Deus lhe deu o poder e a capacidade de renovar sua alma e isto quer dizer as chances de você fazer novos amigos, ensinar novas lições, ter novas idéias e vivenciar novos momentos que embalam sua vida.
Abençoado seja o teu aniversário e que Deus permita que muitos ainda sejam vividos.
Modesto, meu querido amigo, que as bênçãos divinas cheguem até você neste dia tão especial.

Um grande beijo e um Feliz Aniversario.


Por Margarida Peramezza

14 comentários:

Miguel S. G. Chammas disse...

Bonita homenqem Marga, é sempre muito bom falar de amigos e, em especial, do nosso Modesto.
Ele merece esta homenagem mesmo que às vezes se mostre turrão e reclamudo.
Esta foto, inclusive, me deu muitas saudades. Lembrei do tempo em que podia me abaixar sem sentir qualquer desconforto.

Luiz Saidenberg disse...

Muito bem dito, Margarida.
Ou, como diria Modesto, Molto Benedetto! Abraços.

Soninha disse...

Oieee..

Nosso querido Modesto sempre lembrado com muito carinho por todos.
Que bacana^, neste dia, vocês terem podido participar de tão grandioso evento.
Uma noite inesquecivel, com certeza, e que marca um acontecimento importante para a Secretaria de Turismo e para a história de Sampa.
Bacana!
Valeu, Margarida!
Muita paz!

Zeca disse...

.

Margarida!

Que belas palavras! Mostram todo o respeito e carinho dedicados a essa pessoa tão querida!

Abraço

.

Anônimo disse...

É mana, foi aí nessa festa que tudo começou.Amizades foram feitas e os laços estreitados nas "Redondas". Tudo isso nos permitiu que, hoje aqui nesse blog, possamos homenagear os oitentinha do nosso Modesto, que já fez pate da "Rapaziada do Braz com z....e também com s.
bjos / Bernadete

Miguel S. G. Chammas disse...

Por causa da lembfrança da Bernadete aqui vai a letra da valsa Rapaziada do Braz:

Rapaziada do Brás
Carlos Galhardo

Lembrar,
Deixe-me lembrar,
Meus tempos de rapaz,
No Brás
As noites de serestas,
Casais enamorados,
E as cordas de um violão,
Cantando em tom plangente,
Aqueles ternos madrigais.

Sonhar,
Deixe-me sonhar,
Lembrando aquele amor,
Fugaz,
Numa sombra envolta na penumbra,
Detrás da vidraça,
Faz um gesto lânguido,
E cheio de graça,
Imagem de um passado,
Que não volta mais.

Tão somente,
Numa recordação,
Restou daquele grande amor,
Daquelas noites de luar,
Daquela juventude em flor,
Hoje os anos correm muito mais,
E as noites já não tem calor,
E uma saudade imensa,
É tudo o quanto resta,
Ao velho trovador.

Modesto disse...

Peramezza, sua gentileza me comove. Recebendo todos os dias, calorosos cumprimentos, vou acabar me acostumando e quando parar, só em 2022, quando completar 90. Estendo meus agradecimentos a todos que leram e comentaram seu lindo texto. Nada neste mundo é mais grtificante do que o calor de uma boa e sincera amisade e essa eu tenho com vc. Muito obrigado, Peramezza.
Modesto

Mo disse...

Miguel, gostei muito da sua lembrança com a letra da "Rapaziada do Braz" (o meu é com "Z"). Obrigado, gordão.
Não sou turrão, não, Peramezza, ele é que é teimoso.
Mo

Anônimo disse...

Todo e qualquer tipo de homenagem sincera a um amigo querido, me emociona... Amizade é o mais belo de todos os relacionamentos. Um abraço!

Rosangela (Ro)

Lia Beatriz Ferrero Salles Silva disse...

Olá, Margarida! Sómente ao ler seu Têxto eu percebi que "acho" que estou sendo aceita por esses "Mega Veteranos" que você também fáz parte. Sinto-me lisonjeada por essa conquista e atrevo-me a dizer que o Sr. Modesto, no momento, é o nosso comandante e o primeiro homenageado!
Adoro ler sobre a festa que houve (parece-me que foi a 1ª e última) rs quando vocês tiveram a oportunidade de conhecerem-se. Naquela época eu não sabia da existência do site SPMC. Parabéns Margarida, Sr. Modesto e um grande abraço a todos que fazem parte deste site.

Cida disse...

Margarida, que linda homenagem. A cada dia que passa, a responsabilidade aumenta porque os textos realmente estão ótimos.
Parabéns, Margarida, Modesto e à Sônia pela excelente ideia.

Anônimo disse...

Miguel, valeu pela letra dessa "rapaziada" que sabia ser lânguido, plangente e madrigal.
BERNADETE

Wilson Natale disse...

PERAMEZZA: Muito interessante este seu texto. Além da merecida mensagem ao Laruccia, percebemos a importância dele e a de todos nós nessa tarefa de registrar Memórias na Internet.
É um trabalho de formiguinha armazenando para o futuro.
Lá estava o Larù no SPMC, no começo, muito antes do site adquirir a importâcia que tem hoje e, através dele fomos acrescentando as nossas memórias às dele.
Assim acontece agora no MEMÓRIAS DE SAMPA, onde paulatinamente desenvolvemos o site e os textos e, quem sabe, enguanto houver internet continuaremos a lembrar aos jovens as muitas facetas desta cidade.
Abração,
Natale

Falcão do Morro disse...

Margarida você é nossa Modesta.
Parabéns pela homenagem ao Mestre
Falcon