quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Evento Fenomenal

 
Durante um grande evento, aqui em Praia Grande, considerada o maior pólo turístico do mundo, ilustres pessoas conversavam, fervorosamente, sobre vários assuntos, quando eu, Sonia Astrauskas, tirei o pino da granada agitadora. A abundante presença de certos elementos raros encontrados no manto da Terra não bate com as teorias vigentes até agora sobre a formação do planeta que, segundo recentes pesquisas, a crosta terrestre apresenta metais raros que remontam de zilhões de anos e que teriam dado origem ao nosso amado planeta. Foi o suficiente para o furdunço se formar. Margarida Peramezza dizia ter ouvido que o Pico do Jaraguá era formado por rochas vulcânicas e que, em breve, poderiam provocar uma transformação do monte, providencialmente para acabar com as manobras dos mandantes do crime organizado nas comunidades da periferia da cidade de São Paulo. Suely Schraner, que explanava sobre o complexo Olímpico em Sampa, com tudo pronto para 2016, quase desmaiou e gritou em alto e bom som: comigo não, violão... Nem vem acabar com minha alegria, pois estas notícias são especulatórias só para colocar caroço no angu paulistano.
Antes que o alvoroço tomasse conta dos presentes, Marcia Ovando surge, pacificadora, pedindo calma a todos e que  prestassem mais atenção, pois todos os olhares estavam sobre aquela cidade panorâmica e luxuosa, Praia Grande, e que o evento não poderia ser prejudicado; afinal, não são todos os dias que Sonia se dispõe a caminhar sobre as águas mornas e claras desta rica região.
Eu explicava que ao redor da Terra existe um imenso campo magnético formado há mais de 3 bilhões de anos, fortalecido pela combinação destes metais e que continham, inclusive, a ação do urânio.
Logo chegaria ao evento uma das mais ilustres personalidades terrena, Yeshua, filho de importantes comerciantes do ramo da marcenaria e de criação de pombos. Viria com sua comitiva, um verdadeiro séquito de colaboradores que tudo faziam para o êxito dos negócios da família. Luiz Saidenberg,  queria aproveitar a ocasião e promover uma mostra de artes, juntamente com Arthur Miranda  e José Carlos Munhoz Navarro, que vieram de Lorena e Itatiba especialmente para o evento, providenciavam a arrumação do local, assessorados por Vera Lúcia de Angelis. Naida Armbrust Ribeiro, que estava dando umas voltas pela Europa, ficou uma fera quando não conseguiu vôo para o Brasil, a fim de prestigiar o grande acontecimento.
A imprensa, sempre presente, não deixou de registrar um pingo de “i” sequer. Modesto Laruccia, escriba dos bons, tudo anotava, juntamente com Joaquim Ignácio Netto que não perdia um detalhe e, com suas lentes poderosas, fotografava tudo e todos. Escritores e poetas, enternecidos, escreviam seus poemas e frases inesquecíveis, Zeca Paes Guedes exaltou a grandeza daquele mar limpo e belo e Marco Aurélio Loureiro esculpiu com palavras exóticas a beleza das mulheres locais. Cida Micossi me amparava em todos os preparativos para o momento tão esperado. Não faltou a mão prestativa de Ivette Gomes Moreira. Miguel Chammas degustava uma boa cachaça vinda diretamente dos famosos alambiques  do Bixiga, região produtora do mais fino néctar de cana, assessorado pelo Nelinho, igualmente especialista no assunto, mas que pedia tocassem um belo tango que o remetesse aos velhos tempos de bailarino, das grandes casas noturnas de Sampa nos idos de 1960.
Chefiando a equipe do Buffet, riquíssimo em iguarias de todas as regiões do planeta, estava Bernadete Pedroso, com sua postura impecável, a tudo comandava com esmero. Teresa Fiore liderava a equipe de produção e trouxe os produtos e utensílios italianos e franceses de sua última viagem à Europa, para as makes das estrelas. Sem largar o microfone, Mayara de Castro seguia fervorosamente ministrando sua palestra sobre terapia holística.
Chegavam os convidados de todos os locais do Brasil e do mundo, ansiosos para o grande momento. Acomodavam-se pelas areias brancas e macias da praia. Fogueiras enormes eram acesas e canções entoadas para celebrar tão importante fato. Um coral imenso se formou. Lourdes C. B. Ciavata, Mirça Bludeni de Pinho, Isabel Loureiro, Berenice Vasconcelos, Marcia Saidenberg, Myrtes Laruccia, Jurema Tesse, Valfrio de Souza, Guilherme Carlos Graziano, Roberto Capuano, pai e filho, Marcello Pizo, Clésio Deluca, Denise Procópio, Pedro Nastri, Nelson de Assis,  Erta Tamberg, Wilson Natale, Luiz Sales, Marcia Calixto e sua filha Fernanda, Clara Azevedo e tantos outros, em uníssono cantavam e pediam: agora, agora, agora.
Movida pela emoção e chegado o momento glorioso, trajando meu manto branco e dourado, caminhei por entre os convivas e adentrei no mar... Bastaram poucos segundos para que eu andasse, calmamente, sobre as cristas das ondas em direção ao mar alto, deslizando pelas águas tranquilas, sob aplausos frenéticos e gritos de louvor.
Jamais esquecerei.
Por Sonia Astrauskas
 

9 comentários:

Miguel Chammas disse...

Nossa, foi sensacional esse evento!Curti cada momento. Matei saudades de vários amigos quer só encontrava em esporádicas "Rodadas de Redondas" e que hoje, escasseadas, não me permitem matar essas saudades.
Espero em breve poder comparecer ao vivo em novo evento e, enquanto isso não acontece, vou reler mais uma vez esse texto delicioso.]
Parabéns Soninha.

Teresa disse...

Parafraseando Shakespeare: Criatividade, seu nome é Sonia.

Reconheço apenas um décimo (se tanto) dos nomes citados, mas, com toda certeza, sinto saudades do que não li e de quem não vi. Tomara que todos surjam das águas e voltem a escrever e a se reunir nas rodadas de redondas.

Margarida Perameza disse...

Bravo Soninha! Seu texto me fez sentir saudades do nosso grupo e dos nossos encontros. Vamos tornar realidade este magnífico evento. Adorei! Bjs

Naida Ribeiro disse...

Pena que eu estava viajando e perdi o evento. No próximo, por favor, me avisem com antecedência p/me programar e estar presente a qq custo rsrsr. Bjs e parabéns !!

Guilherme Carlos Graziano disse...

muito bom. esperamos outros eventos igueis para matarmos saudades dos amigos.

Clésio De Luca disse...

Surpreso com a notícia. Para quem não nos conhece nominalmente, digo fazemos parte de um grupo chamado: saopaulominhacidade.com. uns mais outros menos, mas formamos uma irmandade que parece indissolúvel, também aqui no Memórias.
Clesio Deluca.

Anônimo disse...

Texto delicioso, cheio de saudade desse grupo formado por amigos do SPMC. Redonda neles Miguel e Soninha!!!!
Bjs

Bernadete disse...

Esse "anônimo" sou eu, Bernadete. Não consigo publicar com meu nome.
Vou tentar novamente.

Clésio De Luca disse...

Também havia o site vivasp.com, mas está fora do ar. Não existe mais. Quem coordenava: Lidia Walder. O Saidenberg lembra.