sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Lembranças da 4ª série

 
imagem: "O SOLDADO TANAKA" - DE GEORG KAISER - 1959 TEATRO BELA VISTA - SÃO PAULO TARCÍSIO MEIRA E SÉRGIO CARDOSO


Quando estava na 4ª série do ginásio (oitava série ou novo ano hoje), fazia parte de uma comissão de alunas que não queria a diretora na nossa escola (Instituto Feminino de Educação Padre Anchieta). A famosa Dona Helena.
Enfim, um dia, o jornal da hora do almoço da TV Tupi (Tico-Tico e Maurício Loureiro Gama) chamou essa comissão para falar do caso e eu, no auge da minha adolescência, vi Tarcísio Meira no mesmo ônibus que eu (um daqueles que saía da Praça do Patriarca). Eu o conhecia dos teleteatros da mesma TV Tupi e, como acompanhava as críticas no jornal, sabia do ator jovem e bonito, que havia participado de O Soldado Tanaka. Naqueles tempos eu só havia assistido Gigi no Teatro Bela Vista, com Paulo Goulart, onde Conchita de Moraes apareceu e foi aplaudida em cena aberta (eu não entendi, mas aplaudi também porque sabia que era alguém importante). 
Bem, tudo isso, apenas para dizer que hoje assisti, via internet, ao Roda Viva, onde Tarcísio Meira foi entrevistado e, não sei porque, lembrei do meu amigo Miguel. Até sei, pois o Miguel Chammas era o diretor-produtor-primeiro ator do GATO, Grupo Amardor de Teatro Ozanam e, um vez, trabalhou no Teatro Bela Vista e participou de um "teatro jovem", inclusive com Osmar Prado.
Padre Anchieta, Miguel, Tarcísio Meira, Teatro Bela Vista são passado, mas não passaram .
Por Teresa Fiore
 

2 comentários:

Soninha disse...

Uauuu, Teresa!
Viajando com Tarcísio Meira, na maior tietagem... Uhuuuu!
Adorei saber de mais esta passagem de sua vida.
Muita paz! Beijosssss

Miguel Chammas disse...

Teresa, me permita plagiar um slogan daquela época para ilustrar meu comentário. Aí vai: "O mundo gira, a Luzitana roda e os velhos tempos, sempre nos acompanham!"
Valeu a lembrança que muito me alegrou.